Ciclofaixa pra quê?

A polêmica ciclofaixa da Avenida Paris é ainda uma incógnita para alguns moradores da região. Criticada por ciclistas e comerciantes, a obra já foi interrompida diversas vezes e faz parte de um projeto que inclui a região da Maré, Fundão e Bonsucesso; orçado pelo município em 7 milhões.

RIO DE JANEIRO
Rodrigo Pimenta

A ciclofaixa idealizada e instalada na Avenida Paris faz parte do projeto da malha cicloviária que está sendo implantada na região da Maré, Fundão e Bonsucesso. Ela conectará a futura estação do BRT TransBrasil à estação de trem e teleférico da Supervia em Bonsucesso, possibilitando ainda um novo meio para que as pessoas possam acessar via bicicleta o centro comercial de Bonsucesso.

No entanto, segundo a Associação dos Ciclistas da Ilha do Governador, ACIG, alguns empresários se colocaram contra a inserção da ciclofaixa ao longo da rua, alegando que ocuparia vagas de estacionamento vitais às pessoas que necessitam de tal – alunos e funcionários da universidade situada na avenida -. Vale recordar também que estacionar veículos no lado esquerdo da via é irregular (sujeito a reboque). Empresários ainda alegam a atividade de carga e descarga de materiais em seus estabelecimentos.

ciclofaixa av paris 1
Desgaste em parte da ciclofaixa. (Foto: Rodrigo Pimenta)

Um aluno do Centro Universitário Augusto Motta, Luan Varella, expressou para o jornal sua indignação: “Estudo aqui na UNISUAM, e até agora não vi vantagem nenhuma com essa ciclofaixa, apenas atrapalhou; o trânsito piorou, o ponto de ônibus virou uma bagunça e o asfalto está cheio de irregularidades. Se for pra ter, que façam direito e apresentem logo um resultado”.

A obra já passou por três testes sem sucesso até agora. A primeira ideia foi a construção da faixa exclusiva pela esquerda da pista, mas a obra não avançou muito, parando com aproximadamente 30 metros. Em seguida, levaram a instalação à direita da rua, entretanto as divisórias foram destruídas por carros e ônibus que desrespeitavam a demarcação. Logo após houve a remoção de tais divisórias, e hoje, encontra-se incompleta e sem solução. Enfim a pergunta, qual foi o gasto real dessa invenção?

2
Faixa vermelha da ciclofaixa. (Foto: Rodrigo Pimenta)

Rodrigo Pimenta é jornalista, tem 21 anos e faz parte da equipe do jornal Pauta de Bonsucesso.

Achou essa notícia útil? Nos envie a sua. Você pode ser autor de uma notícia aqui ou apenas enviar uma sugestão. Nossa equipe vai até o local apurar os fatos.
Anúncios

Um comentário em “Ciclofaixa pra quê?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s