O que a CPI das Olimpíadas tem a ver com o abandono da Leopoldina? Tudo.

Por Patrick Barbosa JUN. 03, 2016

 

ENTENDENDO O CASO

Bonsucesso, Maré, Ramos e Olaria passaram a ser responsabilidade da subprefeitura da Ilha do Governador do então subprefeito Nelson Miraldi, no início de 2015. Anteriormente pertenciam a subprefeitura da Zona Norte 1, chefiada por André Santos. Em entrevista ao jornal O Globo, Miraldi explicou que a divisão se deu em conta de aproximar os moradores da subprefeitura mais próxima da região.

Ele prometeu lutar para implantar uma UOP (Unidade de Ordem Pública) em Bonsucesso e ampliar a oferta de serviços no polo do Complexo da Maré. Nelson Miranda Miraldi renunciou a subprefeitura em maio desse ano não entregando esses projetos nem alguma realização efetiva nesses quatro bairros.

Miraldi teve sua gestão focada em obras de elevados orçamentos na Ilha do Governador. Miraldi ignorou a segurança na região da Leopoldina, principal reclamação dos moradores e comerciantes, para por em prática um projeto eleitoral com os insulanos. Embora a responsabilidade pela segurança não caiba ao município, a prefeitura tem um papel fundamental no estabelecimento de políticas públicas para prevenir a entrada de jovens no crime.

Analisando os números do DEPEN (Departamento Penitenciário Nacional), constata-se que jovens entre 18 e 24 anos representam 28,5% da população carcerária do país. A prefeitura e suas subprefeituras possuem papel fundamental no desenvolvimento de ações voltadas para o treinamento e inclusão desses jovens no mercado de trabalho e/ou no ensino superior.

Em sua página no Facebook, Nelsinho Miraldi informou que o motivo de sua renuncia se dava em respeito à lei eleitoral. Ele se candidatará a vereador nessas eleições. No entanto, uma nota publicada pela jornalista Berenice Seara do Jornal Extra, mudou a versão oficial.

 

Confira abaixo um dossiê sobre a série de escândalos e desgovernos que levaram a região da Leopoldina a se tornar uma das regiões mais perigosas da Zona Norte.

 

SUBPREFEITO OSTENTAÇÃO

Em comícios e eventos que participou, Nelson Miraldi vestia o de sempre: Ralph Lauren, Lacoste, Tommy Hilfiger. Marcas de uso habitual do ex-subprefeito, onde uma camisa polo dessas grifes não sai por menos de R$ 300. Não que o salário da subprefeitura (aproximadamente R$ 15 mil) não seja suficiente. Mas, o estereotipo difere de alguém próximo da população.

 

BARGANHA POLÍTICA

Os cargos da subprefeitura do Rio foram usados como barganha política no governo do PMDB. Numa tentativa de barrar a CPI das Olimpíadas criada por Jefferson Moura (Rede), que investigará os contratos da Prefeitura do Rio com empreiteiras investigadas na Lava Jato, Eduardo Paes nomeou Fábio Souza para a subprefeitura da Ilha do Governador (levando o Nelsinho a renunciar), transferindo a responsabilidade dos bairros de Bonsucesso, Ramos e Olaria para a subprefeitura da Zona Norte 1, facilitando o projeto eleitoral de angariar votos na Ilha, iniciado por Nelson Miraldi. Fábio foi nomeado por Eduardo Paes por ser do gabinete do vereador Jimmy Pereira, que votou contra a instalação da CPI das Olimpíadas. Eduardo Paes tem maioria na bancada. E usa os cargos da subprefeitura como moeda de troca no jogo político do lobby.

 

 

HERANÇA MALDITA

Após manobra política na câmara para impedir os avanços da CPI das Olimpíadas, os bairros de Bonsucesso, Ramos e Olaria voltaram a ser responsabilidade da subprefeitura da Zona Norte 1 – a subprefeitura que tem os piores índices de desenvolvimento humano. Para piorar o cenário, o município está a poucos meses das eleições, podendo haver troca do partido no comando da prefeitura, trocando consequentemente os subprefeitos. Nesse clima de instabilidade, o novo subprefeito não se arriscará com projetos de cunho não eleitoral.

 

MÍDIA SUSPEITA

O ‘Ilha Notícias’, um jornal de bairro da região da Ilha do Governador, funciona mais como uma máquina de propaganda do governo do que um informativo dos problemas da região. Obras realizadas na Ilha e presença do subprefeito em eventos são exemplos de notícias divulgadas no jornal. O jornal O Globo, que também adota uma postura de apoio ao governo do PMDB, elogiou a indicação de Nelson à subprefeitura em seu caderno sobre a Zona Norte em 2015.

 

SEGURANÇA PRA CACHORRO

Para entender o descaso na região da Leopoldina, basta olhar os projetos elaborados pela subprefeitura que ficou responsável pela região nos últimos meses: enquanto aumentava a violência na Leopoldina, o ex-subprefeito construía parques para cachorro na Ilha do Governador. O ‘ParCão’, foi orçado no Diário Oficial em mais de R$ 80.000,00. A obra consiste em uma cerca metálica em volta de uma área de mil metros quadrados. Um abaixo-assinado foi criado pela população local por conta da obra oferecer altos custos aos cofres públicos.

 

 

QUEM TEM MEDO DE CPI?

Os vereadores que temem a CPI das Olimpíadas estão fazendo de tudo para barrar o projeto. A investigação visa a transparência do uso dos recursos públicos por parte da atual Prefeitura do Rio. Jimmy Pereira (PRTB) sugeriu a suspensão da CPI. O presidente da casa, Jorge Felippe (PSDB), manteve a votação após tomar ciência que a base aliada da prefeitura apresentaria 25 votos favoráveis à suspensão da CPI. Empreiteiras envolvidas na Lava Jato são responsáveis por mais de 70% das obras relacionadas aos jogos olímpicos.

 

[…]

Em 8 anos de governo do PMDB, muitos contratos precisam ser esclarecidos. A CPI das Olimpíadas é uma peça considerável desse enigma. Contratos superfaturados, desvios de verbas e outros escândalos, apresentam-se previamente como um rombo no orçamento, mas que numa análise menos superficial revelam a origem da precariedade em áreas como a segurança, saúde, educação, infra-estrutura e qualidade de vida da população. Por isso, não podemos perder a oportunidade de responsabilizar os culpados e recuperar esse dinheiro. É preciso utilizar o auge dos holofotes direcionados ao Rio para que a opinião pública pressione vereadores e deputados, a fim de não interromperem as investigações.

 

rodape

 

*Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s